Pelo Oriente a recordar a infância

Boas pessoal!!

Há sítios incríveis. Sítios que nos fazem bem, libertam boas energias e que nos fazem sentir com uma disposição incrível.

Todos temos este tipo de cantos que nos encantam. Em Lisboa, uma das zonas que mais gosto de passear é o Oriente. Esta zona, que antes da Expo98 não era nada valorizada, atualmente é um dos sítios que mais gosto em Lisboa.

Não sei se é por ter estado presente, com 2 anos, na Expo98 e ter-me metido num dos “vulcões” para me refrescar, visto que o calor fazia-se sentir com intensidade, ou pelo meu batismo de praxe ter sido exatamente no mesmo vulcão, sinto aqui uma tranquilidade que me faz sentir em casa.

Além disso, algo que me faz bem é estar a passear perto do rio. A segurança que sinto é muito parecida à que sinto quando estou na Madeira, em que abro a janela e tenho o mar mesmo à minha frente logo de manhã.

Apesar de ser uma zona muito frequentada, tanto por portugueses como por estrangeiros, devido ao elevado comércio e serviços existentes na zona, acaba por não ser o típico de zona turística porque muita gente aproveita para passear calmamente, para fazer exercício ou apenas para aproveitar uma tarde para relaxar.

A partir da altura da Expo98 passou também a ser uma zona muito ligada ao conhecimento, à ciência e à cultura. Por isso, existem exposições com imensa frequência, grandes concertos, espetáculos de teatro.

São várias as sessões fotográficas que já fiz pelo Oriente, mas é sempre uma boa sugestão para ir passear. Deixo aqui umas fotografias da última vez que lá estive a passear e a tirar fotos com um excelente amigo, André Jardim, que me tirou estas fotos que gostei imenso. Espero que gostem!

Ed2Ed10Ed5Ed6Ed9Ed4Ed7Ed8Ed3

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 😊

Oceanário

Olá pessoal!!

Para quem me tem acompanhado, sabe que a minha ligação com o mar é bastante forte. Por isso, e apesar de não existir mar em Lisboa, existe um espaço magnífico que não podemos encontrar na Madeira: o Oceanário.

Apesar de já lá ter ido várias vezes, nunca recuso uma visita a este espaço maravilhoso, e aproveito também para passear no Oriente, que é uma das minhas zonas preferidas da Capital.

Que outras oportunidades teria eu de ver tanta variedade de animais marinhos tão perto se não fosse o Oceanário? Principalmente porque muitas das espécies de animais que lá vemos nem existem em estado selvagem em Portugal, tais como um dos meus animais preferidos, os Pinguins. Além disso, é muito interessante ver a forma como tentaram recriar um ambiente o mais próximo possível do habitat natural de cada um destes animais. Por isso, aconselho vivamente a visita a este maravilhoso espaço que, apesar de ficar um pouco deslocado do centro da cidade, vale mesmo muito a pena.

Deixo-vos aqui algumas fotos do oceanário e da zona do Oriente, espero que gostem!

Ed4Ed8Ed6Ed3Ed5Ed10Ed11Ed9Ed1Ed2

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!