Apresentar o Carnaval na Terra-Natal

Boas pessoal!!

Apresentar um evento é sempre muito divertido, principalmente se estiver rodeado de pessoas alegres e divertidas, como acontece no Carnaval.

Quando recebi a proposta para apresentar o carnaval no Caniçal juntamente com o baterista, e meu tio, Miguel Moreira, nem ponderei duas vezes e aceitei prontamente. As pessoas do Caniçal são, por natureza, muito alegres, bem-dispostas e descontraídas e, achei que seria ótimo apresentar pela primeira vez um evento na minha Terra-Natal.

Contudo, ao chegar ao local indicado houve uma pequena mudança de planos que me agradou imenso e que considerei ser um grande desafio mas que me ia dar mais experiência e à vontade. Propuseram-me, em vez de estar apenas em palco, ficar no meio dos grupos a entrevistá-los e a recolher depoimentos sobre a experiência que estavam a viver. Apesar de ser um grande desafio, pois exige muito mais de improviso, diverti-me imenso. Todas as pessoas que tive a oportunidade de entrevistar foram impecáveis e iam respondendo a tudo com grande sinceridade e alegria, fazendo com que as duas horas de evento passassem mesmo a correr.

O carinho das pessoas que me iam encontrando, pedindo para tirar fotografia comigo e dando palavras de incentivo para que continuasse sempre a lutar pelos meus objetivos encheram-me completamente o coração. Por isso, sempre que for convidado para apresentar eventos para este público maravilhoso, desde que esteja na ilha, aceitarei prontamente!

Tenho a agradecer à Junta de Freguesia do Caniçal, à Câmara Municipal de Machico por tornarem o evento espetacular e, especialmente, à Presidente da Casa do Povo do Caniçal, a senhora Rosa Silva, por toda a simpatia e pela bonita dedicatória quando fui chamado ao palco no final do evento!

Muito obrigado CANIÇAL ❤

Ed11Ed2Ed8Ed10Ed5Ed7Ed9Ed3Ed1Ed4

Tudo a crer bem por esse lado, e sejam felizes!

Outfit Cinza para dias Cinzentos

Boas pessoal!

Hoje trago-vos mais um outfit que utilizei no último domingo e que gostei imenso. Apesar de as condições atmosféricas não terem sido as melhores desde que cheguei à ilha, pois tem estado imenso vento e chuva, consegui sair um pouco e aproveitar a tarde do primeiro dia da semana.

Apesar de todas as cores escolhidas serem neutras, no seu conjunto o outfit ficou diferente do que é usual e acho que o resultou no geral. Já andava de olho neste padrão de calças há algum tempo mas nunca tinha encontrado nenhumas que realmente gostasse. Conjuguei-as com uma camisa branca e com umas Chelsea Boots cinza, botas que também gosto imenso.

Como já vos falei noutras publicações, sempre gostei muito de casacos compridos e, apesar de este ser um pouco diferente dos restantes que já vos mostrei, por ser de malha e mais informal, foi o ideal para complementar o estilo e torná-lo menos formal.

Aproveitei um intervalo nestes dias de chuva para tirar algumas fotografias para vos mostrar, e espero que gostem do resultado:

Ed9Ed8Ed3Ed5Ed6Ed7Ed4Ed10Ed11Ed1

E vocês, o que é que acharam deste conjunto? Comentem aí em baixo aquilo que gostaram e o que mudariam!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Entrevista na Revista Fiesta

Boas pessoal!!

O mês de fevereiro não podia ter começado da melhor forma!

Além de ter lançado mais um vídeo no youtube, o das 21 curiosidades sobre mim (podem ver clicando aqui), saiu também uma entrevista minha para a Fiesta, a prestigiada revista madeirense relacionada com a vida social da ilha.

Apesar de já ter dado esta entrevista há cerca de duas semanas, não fazia mesmo ideia de que ia figurar a capa da revista. Tinha eu acabado de acordar no último dia de janeiro, quando recebo uma mensagem da responsável pela minha entrevista, Dulcina Branco, a informar que a edição online de fevereiro já estava disponível e que podia consultá-la no site da revista (podem consultar clicando aqui), entro no site e, para meu espanto, lá estava eu em destaque!

Como seria de esperar, fiquei muito satisfeito e orgulhoso do trabalho que tenho vindo a desenvolver. Gostei também muito do profissionalismo da revista, tanto em relação às perguntas que foram feitas como quanto às frases selecionadas. Aqui estão as três páginas de entrevista, que vos aconselho a ler no site da revista pois torna-se mais fácil ler o texto. Além disso, terão acesso aos restantes temas desta edição. Espero que gostem:

Screenshot_20180131-131911_112

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Pelo coração de Lisboa

Boas pessoal!

Já vos tinha falado noutras publicações acerca do meu amor por Lisboa. Por esta cidade que tão bem me acolheu e que me deixou completamente rendido aos seus encantos. Lisboa é linda. Desde os bairros mais recentes aos mais antigos.

Desta vez aproveitei para vos mostrar uma parte da cidade pela qual acho muito interessante passear: Alfama. À semelhança dos bairros mais antigos da cidade, neste bairro podemos encontrar tudo aquilo que é tipicamente lisboeta: as casas baixas e coloridas com roupa a secar na varanda, as veredas estreitas com calçada portuguesa, restaurantes de fado e pessoas extremamente acolhedoras e simpáticas, ao contrário do que é esperado numa grande cidade.

E este clima é bonito. Ver que, apesar de toda a transformação da cidade, estes bairros perduram nos anos com uma identidade tão caraterística, tão portuguesa de gema que quase nos transporta para décadas atrás!

Por isso, se pretenderem conhecer a cidade, aconselho-vos a explorarem também estes cantinhos mais antigos com tanta cultura e história, garanto-vos que não se vão arrepender!

Ed1Ed2Ed9Ed4Ed5Ed7Ed11Ed10Ed8Ed12Ed3

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Primeiro mergulho do ano

Dar um mergulho em janeiro? Porque não?

Apesar de as temperaturas já terem arrefecido, nos primeiros quatro dias de janeiro tivemos na ilha autênticos dias de Verão. O sol estava escaldante, o vento era praticamente inexistente, e a minha vontade de nadar, confesso, também era muita!

Por isso, não poderia desperdiçar um dia destes para ir dar um mergulho, pois não sabia quando conseguiria apanhar outro assim de novo.

E não me arrependi, de todo. A água estava ótima, a temperatura exterior estava bastante elevada e, por isso, senti menos frio do que nalguns dias de verão. Nadar é ótimo e tem um poder fenomenal sobre mim, tanto a nível físico como psicológico. Faz-me sentir livre, limpo de maus pensamentos e más energias. Também porque o azul tem este efeito calmante em mim, e estar numa piscina azul sobre o céu azul tem um efeito terapêutico incrível.

Como não poderia deixar de ser, aproveitei este maravilhoso dia para tirar algumas fotografias para vos mostrar, como podem ver aqui em baixo:

Ed12Ed9Ed1Ed8Ed4Ed11Ed5Ed7Ed10Ed3

E vocês, já deram o vosso primeiro mergulho?

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Bem-vindo 2018!

Chegou ao fim de um ciclo, e ao início de uma nova etapa. Como tal, seria impossível não fazer uma reflexão global e um balanço geral acerca do ano que acabou.

Concluo que apenas posso dizer uma coisa: OBRIGADO 2017. Sinto-me feliz e extremamente agradecido por tudo.

Obrigado por ter acabado o ano da melhor forma, pelas pessoas extraordinárias que conheci ou que mantive na minha vida, pelas pessoas que foram retiradas do meu círculo mais próximo, pelos momentos fantásticos que vivi, pelos momentos menos bons não terem sido tão maus como poderiam ter sido, por ter evoluído mais um pouco a nível profissional, por ter evoluído bastante enquanto pessoa, por estar cada vez mais próximo dos meus objetivos e por poder continuar esta caminhada rodeado de pessoas que adoro.

Não me poderia queixar se 2018 ficasse ao mesmo nível de 2017. Porém, o meu objetivo é evoluir sempre e, por isso, só posso desejar continuar a ser forte para continuar a lutar.

Sempre que começa o fogo-de-artifício que assinala o novo ano, cresce em mim a esperança de conseguir atingir os meus objetivos profissionais, de tornar-me apresentador de tv. Será neste novo ano? Daqui a um ano posso responder-vos a esta questão!

Obrigado a todos por me terem acompanhado durante este ano, e espero que continuem a fazê-lo!

Ed1Ed3Ed5Ed7Ed4Ed2Ed8Ed9

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 🙂

FELIZ ANO NOVO!!

Wonderland Lisboa

Boas pessoal!

Voltei de Paris completamente renovado. Uma semana de retiro espiritual em França fez com que regressasse com uma energia completamente diferente, muito mais positiva.

Embora tenha sido apenas uma semana, fiquei com saudades de algumas pessoas que me acompanham todos os dias, e foi por isso que decidimos ir ao Wonderland Lisboa, para matar estas saudades, que parecem pouco significativas mas que já se faziam sentir.

Andar de patins em linha é uma atividade que gostava muito de praticar quando era mais novo, apesar de ter deixado de o fazer por falta de tempo. Contudo, andar de patins no gelo é muito mais difícil, mas ainda assim engraçado. Senti que a prática com os patins em linha ajudaram imenso a conseguir equilibrar-me, apesar de termos tido alguma dificuldade em nos habituarmos.

O outfit que usei não foi o mais indicado para a patinagem, mas ainda assim não deixou de ser ótimo para tirar algumas fotos, visto que gostei imenso do resultado.

Já vos tinha falado noutro post anterior (aqui) do quanto gosto de blazers desportivos, e considero que fica uma escolha sempre muito elegante. E conjuguei-o com uma camisola de gola alta, peça que está muito na moda no universo masculino desta estação, e com umas calças cremes simples. Apesar da aparente formalidade, a conjugação de peças semiformais com peças informais dá sempre o ar de “look cuidado”, embora um pouco descontraído, sendo uma boa opção para o dia-a-dia.

Podem ver aí abaixo o resultado, espero que gostem:

Ed1Ed4Ed2Ed6Ed7Ed9Ed3Ed8Ed10

O que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo 🙂

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Paris: Cidade e Estilo

Boas pessoal!!

Paris é uma cidade mágica! Mesmo antes de aterrar já estava encantado com esta cidade, com tantas luzes, com a Torre Eiffel iluminada que reconheci logo de imediato.

Cada edifício é um monumento, fazendo com que a cidade transborde a um estilo mesmo muito difícil de descrever. Adorei passear pelo Sena, conhecer a Catedral de Notre-Dame (que é mesmo igual à do filme “Corcunda de Notre-Dame”), visitar o Louvre (que é mesmo muito maior do que estava à espera), estar perto da Monalisa, ver a coroa verdadeira de Luís XV e entre outras coisas que me fizeram ficar completamente apaixonado por Paris. Se já tinha muita curiosidade em conhecer a cidade, cá estar fascinou-me completamente.

Outra coisa que já tinha ideia mas que se verifica é o estilo das pessoas no dia-a-dia. A preocupação com a imagem é algo muito visível. Tanto as mulheres como os homens vestem-se muito bem. O estilo masculino Parisiense conjuga tudo o que eu gosto: chapéus, casacos compridos, camisolas de gola alta, sapatos semi-formais e entre outras peças, que não é muito comum ver em Portugal. Além disso, têm uma forma de andar muito caraterística, como se estivessem permanentemente numa passerelle, coisa que torna a cidade ainda mais estilosa.

Voltando à Torre Eiffel, é um monumento realmente espantoso! Muito maior do que estava à espera e é impossível não sentir uma energia diferente muito difícil de explicar ao passar debaixo da mesma. Apesar de estar quase a acabar a minha semana por cá, sinto que levo um pouco de Paris em mim para Portugal e sei que voltarei em breve.

Deixo-vos aqui algumas fotos desta cidade maravilhosa:

Ed9Ed4Ed6Ed7Ed11Ed8Ed1Ed10Ed12Ed13Ed3Ed2

E vocês, já estiveram em Paris? Comentem em baixo a vossa experiência!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Entrevista para a Rádio Zero

Sempre gostei muito de rádio. Apesar de a minha grande paixão ser a televisão, estar a falar num programa de rádio também é muito divertido, tem a grande vantagem de ser muito mais descontraído do que na TV, e de não termos de nos preocupar com a imagem e postura.

A minha primeira experiência na rádio ocorreu quando tinha 17 aninhos, altura em que surgiu a oportunidade para fazer um casting para a Metronic FM, uma rádio jovem madeirense. Fiquei em êxtase quando fui selecionado para apresentar um programa semanal de duas horas, o “Em Resumo”, em que fazia mesmo um resumo da semana, falava dos principais temas, eventos, entrevistava convidados e entre outras coisas.

Esta foi uma experiência maravilhosa e, por isso, foi um enorme prazer ser entrevistado para o programa “Não há dois sem três” pelo meu grande amigo Manel Carvalho e pelo Luís Santos. Este programa, na Rádio Zero, conta com um convidado diferente todas as semanas e, na semana passada, fui eu a estar lá para falar um pouco sobre mim e sobre os meus projetos. Entrevista esta que será publicada no dia 3 de dezembro.

Durante a hora em que decorreu o programa diverti-me imenso, isto porque é um programa com uma componente muito dinâmica, é intercalado por desafios, músicas, e tem um formato muito descontraído e divertido. Além disso, estes dois apresentadores contribuem para o ambiente espetacular em estúdio. Quando a entrevista for publicada, partilharei nas minhas redes sociais para que possam ouvi-la, e fico à espera das vossas opiniões. Espero que gostem! 🙂

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Outfit de Outono

Boas pessoal!!

Finalmente senti que chegou realmente o Outono. Após uma semana de imenso calor em Lisboa, fomos brindados com frio e chuva. Já tinha saudades de andar pela capital com o “cheiro a Outono” e das folhas caídas das árvores.

Por isso, e para me sentir completamente nesta estação, escolhi para hoje um outfit que já tinha em mente há algum tempo mas que não tinha tido oportunidade de o usar devido às elevadas temperaturas que se faziam sentir.

Confesso que estava ansioso para estrear este casaco, até porque fiquei encantado com ele assim que o vi. Por isso, assim que achei que seria a ocasião especial para o usar, não hesitei e tirei-o do guarda-fato.

Para complementar o visual, e porque o casaco não é propriamente uma peça sóbria, escolhi roupas mais neutras: umas calças cremes e uma camisa branca, pois uma camisa branca fica sempre bem com tudo e torna o visual sempre elegante. Optei também por uns sapatos semiformais castanhos que gosto bastante, que poderão ver nas fotos abaixo.

Aproveitei um pequeno furo e passei por um espaço que também gosto muito em Lisboa, a fundação Calouste Gulbenkian. Este bocado de natureza no meio da cidade pareceu-me o ideal para tirar algumas fotos, e o resultado foi este:

Ed3Ed5Ed6Ed2Ed4Ed7

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!