Look descontraído e Estufa Fria

Boas pessoal!!

Gostei imenso deste conjunto, tanto das peças como das cores. A camisa enquartada azul e branca descontraída juntamente com as calças azuis clássicas deram o efeito que pretendia. Sei que pareço um cowboi, mas provavelmente é por andar a ver a série WestWorld (fiz uma crítica a esta série, podem ler clicando aqui).

Sempre gostei de conjugar o castanho com o azul, e esta camisa leve foi ideal para este dia de imenso calor, resultando num outfit ao mesmo tempo clássico mas descontraído, principalmente pela utilização das “Chelsea Boots” e do chapéu, acessório que tanto gosto de usar.

O local escolhido para esta sessão, fotografada pela minha amiga e excelente fotógrafa Júlia Orige, foi a Estufa Fria, um local espetacular para passar uma excelente tarde perto da natureza e sair completamente do ambiente de cidade de Lisboa.

A estufa é realmente incrível, tanto nos sentimos num ambiente tropical como num deserto. A variedade de espécies, tanto de animais como de plantas é bonito, por isso é uma algo que aconselho vivamente para uma visita, para escapar do stress e do ambiente citadino.

Deixo aqui algumas fotografias deste dia, espero que gostem!

Ed1Ed2Ed7Ed4Ed3Ed9Ed8Ed10Ed5

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Pelo Oriente a recordar a infância

Boas pessoal!!

Há sítios incríveis. Sítios que nos fazem bem, libertam boas energias e que nos fazem sentir com uma disposição incrível.

Todos temos este tipo de cantos que nos encantam. Em Lisboa, uma das zonas que mais gosto de passear é o Oriente. Esta zona, que antes da Expo98 não era nada valorizada, atualmente é um dos sítios que mais gosto em Lisboa.

Não sei se é por ter estado presente, com 2 anos, na Expo98 e ter-me metido num dos “vulcões” para me refrescar, visto que o calor fazia-se sentir com intensidade, ou pelo meu batismo de praxe ter sido exatamente no mesmo vulcão, sinto aqui uma tranquilidade que me faz sentir em casa.

Além disso, algo que me faz bem é estar a passear perto do rio. A segurança que sinto é muito parecida à que sinto quando estou na Madeira, em que abro a janela e tenho o mar mesmo à minha frente logo de manhã.

Apesar de ser uma zona muito frequentada, tanto por portugueses como por estrangeiros, devido ao elevado comércio e serviços existentes na zona, acaba por não ser o típico de zona turística porque muita gente aproveita para passear calmamente, para fazer exercício ou apenas para aproveitar uma tarde para relaxar.

A partir da altura da Expo98 passou também a ser uma zona muito ligada ao conhecimento, à ciência e à cultura. Por isso, existem exposições com imensa frequência, grandes concertos, espetáculos de teatro.

São várias as sessões fotográficas que já fiz pelo Oriente, mas é sempre uma boa sugestão para ir passear. Deixo aqui umas fotografias da última vez que lá estive a passear e a tirar fotos com um excelente amigo, André Jardim, que me tirou estas fotos que gostei imenso. Espero que gostem!

Ed2Ed10Ed5Ed6Ed9Ed4Ed7Ed8Ed3

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 😊

Último dia da ModaLisboa50

Boas pessoal!!

Quarto e último dia da ModaLisboa!

Este dia é sempre o mais calmo, a euforia dos primeiros dias, apesar de ainda se fazer notar, já não é tanta. Nota-se nas pessoas da organização um certo cansaço mas sinais de felicidade e de objetivo cumprido por mais uma edição ter sido um sucesso (podem consultar os restantes dias clicando em: Day1, Day2 ou Day3).

Ainda assim, os desfiles continuaram em grande, como era de esperar. Tinha imensa curiosidade de conhecer o trabalho do designer David Ferreira, pois nunca tinha visto nenhuma coleção sua ao vivo e gostei imenso de todas as peças apresentadas. O desfile em si foi muito forte. Os manequins foram extremamente bem escolhidos, adequados a todas as roupas apresentadas, as músicas do desfile da banda sonora do filme “Tomb Raider”, o que tornaram tudo muito mais especial e poderoso do que estava à espera. Para mim, foi o desfile que mais gostei, apesar de também ter gostado bastante de algumas peças da coleção do Ricardo Andrez.

Para este último dia escolhi um outfit um pouco diferente dos restantes. Deixei de parte os casacos compridos e optei por um blazer com padrão enquartado, padrão este que é a grande moda da estação e conjuguei-o com uma écharpe com um padrão camuflado e uns ténis prateados. Como não podia faltar, acrescentei o chapéu, acessório que abusei nesta edição da ModaLisboa. Gostei imenso do resultado final que vos mostro aqui:

Ed2Ed6Ed4

vespa_0652Ed5Ed1Ed7

Ps: Todas as fotos foram tiradas pela magnífica fotógrafa Júlia Orige (Podem consultar o seu site clicando aqui)

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 😊

ModaLisboa50- 1º dia

Boas pessoal!

Finalmente chegou o fim de semana mais esperado da estação: a 50ª edição da ModaLisboa!

Este primeiro dia de Moda Lisboa foi apenas composto pelas Fast Talks e teve como tema principal “Fashion and Media”, dois assuntos muito presentes no meu dia a dia.

Além das várias pessoas que falaram, a que tinha mais curiosidade em ouvir, pois acompanho e admiro o seu trabalho há algum tempo, era a Blogger e Apresentadora de TV Raquel Strada. Além de ter sido considerada a “portuguesa com mais pinta”, consegue transmitir a paixão por aquilo que faz de uma forma muito bonita. Nota-se que é uma pessoa que está completamente apaixonada pela vida, não tem receio de arriscar e ainda assim tem imenso sucesso. Um grande inspiração, sem sombra de dúvida.

As palavras da mesma fizeram imenso sentido e não poderia subscrevê-la mais. As redes sociais mudaram a nossa forma de ver a vida pois trouxeram-nos o poder de “ter uma voz no mundo”. O que a levou a arriscar a profissão que tem no momento foi a vontade de fazer aquilo que se sente confortável, por isso comunica da forma que considera que faz sentido para transmitir a sua vida sendo fiel a si própria. A sua paixão pela sua profissão é o facto de sentir que “é dona daquilo que faz” e, apesar de saber que nem todo o mundo gostará de si, haverá sempre alguém que se identificará consigo, e é esta a motivação que a faz continuar a exercer o seu trabalho.

Por isso, as suas palavras deram-me também mais força e motivação para continuar a fazer aquilo que mais gosto e nunca desistir dos meus objetivos, apesar de todos os inconvenientes que possam surgir.

Deixo-vos aqui algumas fotografias deste primeiro dia de ModaLisboa para que possam ver o outfit escolhido. Nas próximas publicações postarei cada um dos dias detalhados para que possam viver esta experiência comigo, espero que gostem!

Ed1Ed5Ed9Ed8Ed7Ed2Ed10Ed3Ed6IMG_3373

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Blazer vermelho e gola azul!

Boas pessoal!!

Não imaginam as saudades que já tinha de vos escrever e de estar mais próximo de vocês! Depois desta última semana de chuva intensa e de granizo em Lisboa consegui dar um pequeno passeio para tirar fotos.

E ainda bem, pois queria muito vos mostrar este outfit, visto que gostei imenso do resultado.

Quem costuma acompanhar as minhas publicações, sabe o quanto gosto de blazers desportivos (podem consultar uma delas aqui) e este comprei especificamente para a noite de Natal. Contudo, gosto de usá-lo também no dia a dia. Como o vermelho é uma cor forte, decidi complementá-lo apenas com cores neutras. Tanto as calças como a camisa são azuis escuras, os ténis castanhos e acrescentei ainda um colete cinza e uma gola azul escura.

Sempre achei que a moda deve refletir o nosso estado de espírito e hoje serviu na perfeição. A base do outfit azul, de certo modo, demonstra a minha serenidade, confiança e calma, mas o contraste com o vermelho a intensidade da minha personalidade.

Assim, um outfit que teria tudo para ficar formal, acabou por não o ser, visto estar a usar ténis e uma gola.  Ficou, neste caso, muito mais informal, ou então, semi-formal, tal como gosto de chamar a este tipo de outfit que costuma ser dos meus preferidos.

Aproveitei um pequeno intervalo das aulas para passear à Linha d´Água com a Júlia Orige e a Júlia de Ponte e aproveitámos para tirar algumas fotografias, espero que gostem:

Ed6Ed5Ed4Ed3Ed1Ed9Ed10Ed11Ed7Ed8

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 🙂

Sessão na Fundação Champalimaud

Boas pessoal!!

Mais uma sessão fotográfica pela lente da magnífica fotógrafa, e grande amiga, Júlia Orige (podem consultar o seu instagram aqui).

Para esta sessão decidi vestir algo simples mas que me fez lembrar o estilo parisiense pois, e apesar de apenas ter passado um mês desde que lá estive, sinto imensas saudades desta magnífica cidade. As roupas pretas eram muito comuns no estilo masculino em Paris, e os casacos compridos também.

Aproveitámos este bonito dia de sol para conhecer a Fundação Champalimaud, sítio que já queria conhecer há imenso tempo. Apesar de ser um hospital, possui um edifício com uma arquitetura muito interessante, moderna e fora do normal. No exterior, uma das coisas que mais me chamou a atenção foi um lago artificial com calhaus na berma, pois grande parte das praias da Madeira possuem calhaus em vez de areia, por isso achei a ideia muito engraçada.

Além disto, esta Fundação fica mesmo à beira rio, o que a torna ainda mais agradável para um passeio, e a vista para a margem sul e para a ponte 25 de Abril torna o cenário total muito acolhedor.

Deixo-vos aqui algumas das fotos desta sessão, espero que gostem:

Ed2Ed10Ed12Ed6Ed3Ed9Ed4Ed11Ed7Ed5Ed8

E vocês, já visitaram esta Fundação? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado e sejam felizes 🙂

Pelo coração de Lisboa

Boas pessoal!

Já vos tinha falado noutras publicações acerca do meu amor por Lisboa. Por esta cidade que tão bem me acolheu e que me deixou completamente rendido aos seus encantos. Lisboa é linda. Desde os bairros mais recentes aos mais antigos.

Desta vez aproveitei para vos mostrar uma parte da cidade pela qual acho muito interessante passear: Alfama. À semelhança dos bairros mais antigos da cidade, neste bairro podemos encontrar tudo aquilo que é tipicamente lisboeta: as casas baixas e coloridas com roupa a secar na varanda, as veredas estreitas com calçada portuguesa, restaurantes de fado e pessoas extremamente acolhedoras e simpáticas, ao contrário do que é esperado numa grande cidade.

E este clima é bonito. Ver que, apesar de toda a transformação da cidade, estes bairros perduram nos anos com uma identidade tão caraterística, tão portuguesa de gema que quase nos transporta para décadas atrás!

Por isso, se pretenderem conhecer a cidade, aconselho-vos a explorarem também estes cantinhos mais antigos com tanta cultura e história, garanto-vos que não se vão arrepender!

Ed1Ed2Ed9Ed4Ed5Ed7Ed11Ed10Ed8Ed12Ed3

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Wonderland Lisboa

Boas pessoal!

Voltei de Paris completamente renovado. Uma semana de retiro espiritual em França fez com que regressasse com uma energia completamente diferente, muito mais positiva.

Embora tenha sido apenas uma semana, fiquei com saudades de algumas pessoas que me acompanham todos os dias, e foi por isso que decidimos ir ao Wonderland Lisboa, para matar estas saudades, que parecem pouco significativas mas que já se faziam sentir.

Andar de patins em linha é uma atividade que gostava muito de praticar quando era mais novo, apesar de ter deixado de o fazer por falta de tempo. Contudo, andar de patins no gelo é muito mais difícil, mas ainda assim engraçado. Senti que a prática com os patins em linha ajudaram imenso a conseguir equilibrar-me, apesar de termos tido alguma dificuldade em nos habituarmos.

O outfit que usei não foi o mais indicado para a patinagem, mas ainda assim não deixou de ser ótimo para tirar algumas fotos, visto que gostei imenso do resultado.

Já vos tinha falado noutro post anterior (aqui) do quanto gosto de blazers desportivos, e considero que fica uma escolha sempre muito elegante. E conjuguei-o com uma camisola de gola alta, peça que está muito na moda no universo masculino desta estação, e com umas calças cremes simples. Apesar da aparente formalidade, a conjugação de peças semiformais com peças informais dá sempre o ar de “look cuidado”, embora um pouco descontraído, sendo uma boa opção para o dia-a-dia.

Podem ver aí abaixo o resultado, espero que gostem:

Ed1Ed4Ed2Ed6Ed7Ed9Ed3Ed8Ed10

O que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo 🙂

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Clássico ou Moderno? Eis a questão!

Boas pessoal!!

Parece que o frio veio realmente para ficar! E ainda bem, pois a minha simpatia por roupas de verão não é muita. Sempre achei que as pessoas ficavam muito mais elegantes e bonitas com roupas de estações mais frias e com tons de pele mais claros.

E com o frio combinam também roupas com cores frias, como é o exemplo do outfit que vos mostro hoje. O azul é, e sempre foi, a minha cor favorita. Apesar de ultimamente gostar de variar as cores que visto, há alguns anos praticamente apenas esta cor que tanto combina comigo. Na verdade, reflete muito da minha personalidade, ou seja, calma e intensa ao mesmo tempo.

Por isso, a base do outfit consistiu no azul, tanto as calças como a camisa. Para completar, e porque dá imenso jeito nestes dias de frio, usei um casaco comprido, peça que voltou para a moda há pouco tempo mas que eu espero que perdure pois sou completamente fã deste tipo de casacos.

Por último, e para dar um toque especial, adicionei um chapéu ao look cinza, para estabelecer uma ligação com o casaco.

Assim, o outfit, apesar de clássico, ficou arrojado e moderno, completamente adequado aos nossos dias e às tendências de moda masculina atual. Aproveitei para tirar umas fotos num cenário urbano, para evidenciar este contraste entre o estilo clássico e moderno, conseguidos num só. Espero que gostem do resultado:

Ed3Ed1Ed5Ed9Ed2Ed4Ed7Ed8

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Outfit de Outono

Boas pessoal!!

Finalmente senti que chegou realmente o Outono. Após uma semana de imenso calor em Lisboa, fomos brindados com frio e chuva. Já tinha saudades de andar pela capital com o “cheiro a Outono” e das folhas caídas das árvores.

Por isso, e para me sentir completamente nesta estação, escolhi para hoje um outfit que já tinha em mente há algum tempo mas que não tinha tido oportunidade de o usar devido às elevadas temperaturas que se faziam sentir.

Confesso que estava ansioso para estrear este casaco, até porque fiquei encantado com ele assim que o vi. Por isso, assim que achei que seria a ocasião especial para o usar, não hesitei e tirei-o do guarda-fato.

Para complementar o visual, e porque o casaco não é propriamente uma peça sóbria, escolhi roupas mais neutras: umas calças cremes e uma camisa branca, pois uma camisa branca fica sempre bem com tudo e torna o visual sempre elegante. Optei também por uns sapatos semiformais castanhos que gosto bastante, que poderão ver nas fotos abaixo.

Aproveitei um pequeno furo e passei por um espaço que também gosto muito em Lisboa, a fundação Calouste Gulbenkian. Este bocado de natureza no meio da cidade pareceu-me o ideal para tirar algumas fotos, e o resultado foi este:

Ed3Ed5Ed6Ed2Ed4Ed7

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!