Em 2017 ganhei uma “filha”

Em 2017 ganhei uma “filha”. Apesar de já ter 18 aninhos quando a conheci, foi quase amor à primeira vista.

Lembro-me da primeira vez em que a vi. Estava eu no meu último ano de faculdade, e ela tinha de acabado de iniciar a licenciatura. Era a caloira mais pequenina, com cerca de um metro e meio de altura e era natural da ilha do Pico, dos Açores. Tinha uma carinha angelical e lindíssima, inocente mas poderosa ao mesmo tempo. Continue reading “Em 2017 ganhei uma “filha””

Campanha para a Pull&Bear

Boas pessoal!

Há uns dias recebi um e-mail da equipa de marketing da Pull&Bear com uma proposta de divulgação da nova coleção (de inverno), e que sairia em breve.

Apesar de ter sido um “tiro no escuro”, pois não fazia ideia que tipo de roupas me iriam enviar para que fizesse publicidade nas redes sociais, decidi aceitar. Confesso que é quase irrecusável para um blogger aceitar uma proposta deste género, dada a dimensão desta marca a nível internacional. Continue reading “Campanha para a Pull&Bear”

Sessão fotográfica na praia do Seixal

Boas pessoal!

Após nove meses separados, finalmente recebi a visita de uma grande amiga minha, a Júlia Orige, criadora do blogue de viagens “Quem vai e quem fica” (Podem aceder ao blogue clicando aqui). Conhecemo-nos durante o curso, vivemos juntos durante algum tempo, aprendemos muito um com o outro e tornámo-nos companheiros de vida. Continue reading “Sessão fotográfica na praia do Seixal”

Como manter-se hidratado no verão

Boas pessoal!

Agosto costuma ser um dos melhores meses do ano para muitas pessoas. As férias, o calor e a praia, são alguns dos fatores que contribuem para a boa disposição, felicidade e descontração de qualquer um. Contudo, é uma altura em que os cuidados com o corpo devem ser redobrados também. Continue reading “Como manter-se hidratado no verão”

Das redes sociais para o mundo

Boas pessoal!

É bem frequente lermos acerca dos efeitos negativos do mundo digital e das redes sociais na nossa sociedade. Existem realmente vários e não devemos ignorá-los, devemos lutar contra eles da melhor forma possível. Continue reading “Das redes sociais para o mundo”

23 anos: recomeçar e continuar!

Boas pessoal!

Cheguei aos vinte e três anos! E muito melhor do que esperava. Sinto-me ótimo neste momento, muito melhor do que me senti durante alguns anos. Sinto que não há nada melhor do que sentir-me vivo e feliz sem nenhum motivo aparente. Continue reading “23 anos: recomeçar e continuar!”

Fiz o “Peeling de Diamante”

Boas pessoal!

Estou prestes a celebrar os meus vinte e três anos. E sei que se não cuidar bastante da pele agora, não estará em bom estado daqui a alguns anos.

Já escrevi um post sobre cuidados a ter com o rosto (que podem consultar clicando aqui) e, recentemente, decidi experimentar um tratamento que nunca tinha feito, o “Peeling de diamante”. Continue reading “Fiz o “Peeling de Diamante””

Dois anos do “Metropolitan Boy”

Boas pessoal!

Sei que sou bastante esquecido em relação a datas. Os meus amigos muitas vezes ficam chateados quando não me lembro da data de aniversário deles. E chegou ao cúmulo de não me lembrar do dia em que o meu blogue completou dois anos, o dia 15 de junho. Continue reading “Dois anos do “Metropolitan Boy””

A minha experiência com crises existenciais

Boas pessoal!

Tive a minha primeira crise existencial muito cedo, talvez à volta dos dez anos. Provavelmente foi nesta idade que tive o primeiro grande choque com a realidade. No fundo, sempre soube que ninguém era insubstituível num mundo tão grande. Haverá sempre alguém capaz de fazer melhor do que aquilo que fazemos, que sabe mais acerca do assunto que consideramos dominar ou que veja o mundo com mais clareza do que vemos. Continue reading “A minha experiência com crises existenciais”

Tardes de domingo

Boas pessoal!

Neste momento escrevo da Alemanha. É sempre bom ver as coisas de uma perspetiva mais afastada, longínqua é diferente daquela que temos acesso enquanto estamos emersos na nossa realidade. No nosso pequeno “mundinho”. Acho que só vendo as coisas de fora nós conseguimos distanciar da nossa realidade e não nos deixar sufocar por ela. Continue reading “Tardes de domingo”