Dois anos do “Metropolitan Boy”

Boas pessoal!

Sei que sou bastante esquecido em relação a datas. Os meus amigos muitas vezes ficam chateados quando não me lembro da data de aniversário deles. E chegou ao cúmulo de não me lembrar do dia em que o meu blogue completou dois anos, o dia 15 de junho. Continue reading “Dois anos do “Metropolitan Boy””

Badajoz à vista!

Boas pessoal!

Finalmente fui a Campo Maior! À pequena vila no Alentejo, a 15 minutos de carro de Espanha, que viu crescer a minha melhor amiga, a Rita Antunes.

Estava imenso calor e o sol era abrasador. O que não nos impediu de passear e de conhecer o máximo do Alentejo nos três dias em que lá estive. Tinha imensa curiosidade em conhecer esta região, pois já ouvia falar dela desde o primeiro ano de faculdade, em 2015 (ano em que conheci a Rita). Continue reading “Badajoz à vista!”

A minha experiência com crises existenciais

Boas pessoal!

Tive a minha primeira crise existencial muito cedo, talvez à volta dos dez anos. Provavelmente foi nesta idade que tive o primeiro grande choque com a realidade. No fundo, sempre soube que ninguém era insubstituível num mundo tão grande. Haverá sempre alguém capaz de fazer melhor do que aquilo que fazemos, que sabe mais acerca do assunto que consideramos dominar ou que veja o mundo com mais clareza do que vemos. Continue reading “A minha experiência com crises existenciais”