Conhecer Versailles ou voltar a casa?

Entrar em Versailles foi como estar a viver um sonho, acordado.

Mesmo ao longe já dava para ver que se tratava deste palácio, tanto pela grandeza como pela enorme quantidade de dourados que se nota a quilómetros de distância.

Posso dizer que me senti em casa, e isto pela minha teoria de que fui Luís XIV numa vida passada. Sempre tive um fascínio por este rei, o Rei-Sol, e quanto mais leio acerca do mesmo, mais sinto empatia pela monarquia francesa do séc. XVII e XVIII.

E o palácio está completamente à altura da grandiosidade das famílias reais francesas da época! Os veludos, a talha dourada, os cortinados, os quadros e todos os outros pormenores tornam este o Palácio o mais espetacular de todos os que já vi, sem dúvida alguma. Os franceses eram realmente grandes, e gostavam de usufruir dessa grandeza da forma mais esplêndida possível.

O compartimento que mais gostei do palácio, e que me deixou completamente fascinado foi, sem sombra de dúvida, a sala de espelhos. É impossível descrever a beleza desta sala e, apesar de ter tirado algumas fotos para vos mostrar, não existe foto alguma que consiga transmitir o encanto da mesma.

Gostava de ter explorado mais os jardins do palácio, mas devido ao mau tempo não conseguimos passar muito tempo. A dimensão dos jardins era tão grande que não conseguíamos ver o fim, e o nevoeiro do dia tornava-os místicos, muito bonitos mas relativamente assustadores.

Em breve lançarei no meu canal do youtube um vlog sobre a visita ao Palácio.

Aqui estão algumas fotos deste dia, espero que gostem:

Ed1Ed9Ed6Ed4Ed2Ed10Ed7

Ed5Ed8

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Paris: Cidade e Estilo

Boas pessoal!!

Paris é uma cidade mágica! Mesmo antes de aterrar já estava encantado com esta cidade, com tantas luzes, com a Torre Eiffel iluminada que reconheci logo de imediato.

Cada edifício é um monumento, fazendo com que a cidade transborde a um estilo mesmo muito difícil de descrever. Adorei passear pelo Sena, conhecer a Catedral de Notre-Dame (que é mesmo igual à do filme “Corcunda de Notre-Dame”), visitar o Louvre (que é mesmo muito maior do que estava à espera), estar perto da Monalisa, ver a coroa verdadeira de Luís XV e entre outras coisas que me fizeram ficar completamente apaixonado por Paris. Se já tinha muita curiosidade em conhecer a cidade, cá estar fascinou-me completamente.

Outra coisa que já tinha ideia mas que se verifica é o estilo das pessoas no dia-a-dia. A preocupação com a imagem é algo muito visível. Tanto as mulheres como os homens vestem-se muito bem. O estilo masculino Parisiense conjuga tudo o que eu gosto: chapéus, casacos compridos, camisolas de gola alta, sapatos semi-formais e entre outras peças, que não é muito comum ver em Portugal. Além disso, têm uma forma de andar muito caraterística, como se estivessem permanentemente numa passerelle, coisa que torna a cidade ainda mais estilosa.

Voltando à Torre Eiffel, é um monumento realmente espantoso! Muito maior do que estava à espera e é impossível não sentir uma energia diferente muito difícil de explicar ao passar debaixo da mesma. Apesar de estar quase a acabar a minha semana por cá, sinto que levo um pouco de Paris em mim para Portugal e sei que voltarei em breve.

Deixo-vos aqui algumas fotos desta cidade maravilhosa:

Ed9Ed4Ed6Ed7Ed11Ed8Ed1Ed10Ed12Ed13Ed3Ed2

E vocês, já estiveram em Paris? Comentem em baixo a vossa experiência!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂