Outfit Cinza para dias Cinzentos

Boas pessoal!

Hoje trago-vos mais um outfit que utilizei no último domingo e que gostei imenso. Apesar de as condições atmosféricas não terem sido as melhores desde que cheguei à ilha, pois tem estado imenso vento e chuva, consegui sair um pouco e aproveitar a tarde do primeiro dia da semana.

Apesar de todas as cores escolhidas serem neutras, no seu conjunto o outfit ficou diferente do que é usual e acho que o resultou no geral. Já andava de olho neste padrão de calças há algum tempo mas nunca tinha encontrado nenhumas que realmente gostasse. Conjuguei-as com uma camisa branca e com umas Chelsea Boots cinza, botas que também gosto imenso.

Como já vos falei noutras publicações, sempre gostei muito de casacos compridos e, apesar de este ser um pouco diferente dos restantes que já vos mostrei, por ser de malha e mais informal, foi o ideal para complementar o estilo e torná-lo menos formal.

Aproveitei um intervalo nestes dias de chuva para tirar algumas fotografias para vos mostrar, e espero que gostem do resultado:

Ed9Ed8Ed3Ed5Ed6Ed7Ed4Ed10Ed11Ed1

E vocês, o que é que acharam deste conjunto? Comentem aí em baixo aquilo que gostaram e o que mudariam!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Entrevista na Revista Fiesta

Boas pessoal!!

O mês de fevereiro não podia ter começado da melhor forma!

Além de ter lançado mais um vídeo no youtube, o das 21 curiosidades sobre mim (podem ver clicando aqui), saiu também uma entrevista minha para a Fiesta, a prestigiada revista madeirense relacionada com a vida social da ilha.

Apesar de já ter dado esta entrevista há cerca de duas semanas, não fazia mesmo ideia de que ia figurar a capa da revista. Tinha eu acabado de acordar no último dia de janeiro, quando recebo uma mensagem da responsável pela minha entrevista, Dulcina Branco, a informar que a edição online de fevereiro já estava disponível e que podia consultá-la no site da revista (podem consultar clicando aqui), entro no site e, para meu espanto, lá estava eu em destaque!

Como seria de esperar, fiquei muito satisfeito e orgulhoso do trabalho que tenho vindo a desenvolver. Gostei também muito do profissionalismo da revista, tanto em relação às perguntas que foram feitas como quanto às frases selecionadas. Aqui estão as três páginas de entrevista, que vos aconselho a ler no site da revista pois torna-se mais fácil ler o texto. Além disso, terão acesso aos restantes temas desta edição. Espero que gostem:

Screenshot_20180131-131911_112

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Sessão na Fundação Champalimaud

Boas pessoal!!

Mais uma sessão fotográfica pela lente da magnífica fotógrafa, e grande amiga, Júlia Orige (podem consultar o seu instagram aqui).

Para esta sessão decidi vestir algo simples mas que me fez lembrar o estilo parisiense pois, e apesar de apenas ter passado um mês desde que lá estive, sinto imensas saudades desta magnífica cidade. As roupas pretas eram muito comuns no estilo masculino em Paris, e os casacos compridos também.

Aproveitámos este bonito dia de sol para conhecer a Fundação Champalimaud, sítio que já queria conhecer há imenso tempo. Apesar de ser um hospital, possui um edifício com uma arquitetura muito interessante, moderna e fora do normal. No exterior, uma das coisas que mais me chamou a atenção foi um lago artificial com calhaus na berma, pois grande parte das praias da Madeira possuem calhaus em vez de areia, por isso achei a ideia muito engraçada.

Além disto, esta Fundação fica mesmo à beira rio, o que a torna ainda mais agradável para um passeio, e a vista para a margem sul e para a ponte 25 de Abril torna o cenário total muito acolhedor.

Deixo-vos aqui algumas das fotos desta sessão, espero que gostem:

Ed2Ed10Ed12Ed6Ed3Ed9Ed4Ed11Ed7Ed5Ed8

E vocês, já visitaram esta Fundação? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado e sejam felizes 🙂

Natal na Ilha

Chegou a altura mais esperada do ano! Apesar de o Natal não ter vindo para ficar, a verdade é que já chegou e nota-se o espírito natalício espalhado por todo o ar. Não conseguem sentir até o cheiro a Natal? Eu sinto, e sabe-me muito bem.

Esta é a altura em que, geralmente, as pessoas deixam-se invadir pelo espírito e por este sentimento natalício, que é difícil de descrever mas que é tão bom e acolhedor. E o mundo torna-se melhor. Ou pelo menos parece que se torna melhor. Em qualquer canto ouve-se música, veem-se luzes e fica tudo mais colorido.

A minha experiência no Natal sempre foi muito boa. Mais do que do dia de Natal, o que mais gosto é a passagem do dia 24 para o dia 25 de dezembro. Esta é a festa da família e com uma família enorme como a minha e muito unida, era difícil de não aproveitar este momento com imensa intensidade.

Na Madeira vive-se muito esta época, pois o facto de ser um ambiente mais pequeno, apela bastante à união e os madeirenses são, por tradição, muito acolhedores, o que se evidencia, ainda mais, em ocasiões especiais como esta.

Para a véspera de Natal escolhi este blazer desportivo vermelho, cor que mais combina com esta altura do ano, e conjuguei-o com umas calças de ganga e com uma camisa branca, para que o foco do outfit fosse o blazer. Para torná-lo mais arrojado acrescentei uma écharpe azul, e aproveitei para tirar algumas fotos:

Ed5Ed7Ed6

Ed3Ed2Ed1Ed8

E o vosso Natal, como foi? Comentem em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 🙂

Festa de família na Quinta Splêndida

Boas pessoal!

Se usar fato com gravata é chique, usar fato sem gravata é, na minha opinião, ainda mais. Apesar de não ser tão clássico, nem tão formal, passa a imagem de um visual muito cuidado, mas extremamente moderno pelos botões da camisa abertos.

E foi este o estilo que optei por usar numa festa de família realizada na Quinta Splêndida. Apesar do ambiente formal, decidi optar por esta camisa semi-formal azul e branca. Achei que o tom de azul da camisa complementava o tom do fato, também azul. Este fato chamou-me a atenção assim que o vi. E parece-me que se adequou perfeitamente à ocasião.

Após um semestre longe de casa, esta festa foi a melhor forma para estar com a maior parte da minha família pois, com uma família bastante grande, torna-se difícil de reunir toda a gente. E que melhor altura do que a época natalícia para o fazer?

O local escolhido também não poderia ter sido melhor. A Quinta Splêndida, que se localiza no Caniço (ilha da Madeira), é uma das mais bonitas quintas da ilha. Além da comida ser espetacular, o espaço não fica mesmo nada atrás. Os jardins são lindíssimos, as salas de jantar muito agradáveis e a vista para o mar é mesmo de cortar a respiração.

Como não poderia deixar de ser, aproveitei para tirar algumas fotos para vos mostrar. Espero que gostem!

Ed8

Ed4Ed3Ed2Ed1Ed9Ed7Ed6

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes 🙂

Wonderland Lisboa

Boas pessoal!

Voltei de Paris completamente renovado. Uma semana de retiro espiritual em França fez com que regressasse com uma energia completamente diferente, muito mais positiva.

Embora tenha sido apenas uma semana, fiquei com saudades de algumas pessoas que me acompanham todos os dias, e foi por isso que decidimos ir ao Wonderland Lisboa, para matar estas saudades, que parecem pouco significativas mas que já se faziam sentir.

Andar de patins em linha é uma atividade que gostava muito de praticar quando era mais novo, apesar de ter deixado de o fazer por falta de tempo. Contudo, andar de patins no gelo é muito mais difícil, mas ainda assim engraçado. Senti que a prática com os patins em linha ajudaram imenso a conseguir equilibrar-me, apesar de termos tido alguma dificuldade em nos habituarmos.

O outfit que usei não foi o mais indicado para a patinagem, mas ainda assim não deixou de ser ótimo para tirar algumas fotos, visto que gostei imenso do resultado.

Já vos tinha falado noutro post anterior (aqui) do quanto gosto de blazers desportivos, e considero que fica uma escolha sempre muito elegante. E conjuguei-o com uma camisola de gola alta, peça que está muito na moda no universo masculino desta estação, e com umas calças cremes simples. Apesar da aparente formalidade, a conjugação de peças semiformais com peças informais dá sempre o ar de “look cuidado”, embora um pouco descontraído, sendo uma boa opção para o dia-a-dia.

Podem ver aí abaixo o resultado, espero que gostem:

Ed1Ed4Ed2Ed6Ed7Ed9Ed3Ed8Ed10

O que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo 🙂

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Paris: Cidade e Estilo

Boas pessoal!!

Paris é uma cidade mágica! Mesmo antes de aterrar já estava encantado com esta cidade, com tantas luzes, com a Torre Eiffel iluminada que reconheci logo de imediato.

Cada edifício é um monumento, fazendo com que a cidade transborde a um estilo mesmo muito difícil de descrever. Adorei passear pelo Sena, conhecer a Catedral de Notre-Dame (que é mesmo igual à do filme “Corcunda de Notre-Dame”), visitar o Louvre (que é mesmo muito maior do que estava à espera), estar perto da Monalisa, ver a coroa verdadeira de Luís XV e entre outras coisas que me fizeram ficar completamente apaixonado por Paris. Se já tinha muita curiosidade em conhecer a cidade, cá estar fascinou-me completamente.

Outra coisa que já tinha ideia mas que se verifica é o estilo das pessoas no dia-a-dia. A preocupação com a imagem é algo muito visível. Tanto as mulheres como os homens vestem-se muito bem. O estilo masculino Parisiense conjuga tudo o que eu gosto: chapéus, casacos compridos, camisolas de gola alta, sapatos semi-formais e entre outras peças, que não é muito comum ver em Portugal. Além disso, têm uma forma de andar muito caraterística, como se estivessem permanentemente numa passerelle, coisa que torna a cidade ainda mais estilosa.

Voltando à Torre Eiffel, é um monumento realmente espantoso! Muito maior do que estava à espera e é impossível não sentir uma energia diferente muito difícil de explicar ao passar debaixo da mesma. Apesar de estar quase a acabar a minha semana por cá, sinto que levo um pouco de Paris em mim para Portugal e sei que voltarei em breve.

Deixo-vos aqui algumas fotos desta cidade maravilhosa:

Ed9Ed4Ed6Ed7Ed11Ed8Ed1Ed10Ed12Ed13Ed3Ed2

E vocês, já estiveram em Paris? Comentem em baixo a vossa experiência!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes! 🙂

Clássico ou Moderno? Eis a questão!

Boas pessoal!!

Parece que o frio veio realmente para ficar! E ainda bem, pois a minha simpatia por roupas de verão não é muita. Sempre achei que as pessoas ficavam muito mais elegantes e bonitas com roupas de estações mais frias e com tons de pele mais claros.

E com o frio combinam também roupas com cores frias, como é o exemplo do outfit que vos mostro hoje. O azul é, e sempre foi, a minha cor favorita. Apesar de ultimamente gostar de variar as cores que visto, há alguns anos praticamente apenas esta cor que tanto combina comigo. Na verdade, reflete muito da minha personalidade, ou seja, calma e intensa ao mesmo tempo.

Por isso, a base do outfit consistiu no azul, tanto as calças como a camisa. Para completar, e porque dá imenso jeito nestes dias de frio, usei um casaco comprido, peça que voltou para a moda há pouco tempo mas que eu espero que perdure pois sou completamente fã deste tipo de casacos.

Por último, e para dar um toque especial, adicionei um chapéu ao look cinza, para estabelecer uma ligação com o casaco.

Assim, o outfit, apesar de clássico, ficou arrojado e moderno, completamente adequado aos nossos dias e às tendências de moda masculina atual. Aproveitei para tirar umas fotos num cenário urbano, para evidenciar este contraste entre o estilo clássico e moderno, conseguidos num só. Espero que gostem do resultado:

Ed3Ed1Ed5Ed9Ed2Ed4Ed7Ed8

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

Outfit de Outono

Boas pessoal!!

Finalmente senti que chegou realmente o Outono. Após uma semana de imenso calor em Lisboa, fomos brindados com frio e chuva. Já tinha saudades de andar pela capital com o “cheiro a Outono” e das folhas caídas das árvores.

Por isso, e para me sentir completamente nesta estação, escolhi para hoje um outfit que já tinha em mente há algum tempo mas que não tinha tido oportunidade de o usar devido às elevadas temperaturas que se faziam sentir.

Confesso que estava ansioso para estrear este casaco, até porque fiquei encantado com ele assim que o vi. Por isso, assim que achei que seria a ocasião especial para o usar, não hesitei e tirei-o do guarda-fato.

Para complementar o visual, e porque o casaco não é propriamente uma peça sóbria, escolhi roupas mais neutras: umas calças cremes e uma camisa branca, pois uma camisa branca fica sempre bem com tudo e torna o visual sempre elegante. Optei também por uns sapatos semiformais castanhos que gosto bastante, que poderão ver nas fotos abaixo.

Aproveitei um pequeno furo e passei por um espaço que também gosto muito em Lisboa, a fundação Calouste Gulbenkian. Este bocado de natureza no meio da cidade pareceu-me o ideal para tirar algumas fotos, e o resultado foi este:

Ed3Ed5Ed6Ed2Ed4Ed7

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!

ModaLisboa

Boas pessoal!

Finalmente aconteceu o fim de semana mais esperado da estação, tanto para mim, como para as pessoas que gostam imenso de moda em Portugal: a ModaLisboa!

O que mais gosto neste evento, além dos desfiles dos grandes estilistas, é o street style. Na verdade, a magia e a beleza da Lisbon Fashion Week está no modo como as pessoas se vestem para marcar pela diferença. Há até quem afirme que o truque é conjugar todas as peças mais extravagantes que tenham no vestuário. Contudo, no meu ponto de vista, grande parte das pessoas que são convidadas aproveitam a ocasião para libertar-se da forma de vestir regular com que andam no dia a dia e para experimentar novas conjugações e viver num mundo diferente do seu, nem que seja por alguns momentos.

Infelizmente, por ter estado ocupado, não consegui comparecer nos três dias, mas não podia deixar de lá estar. Muito menos faltar ao desfile do estilista Luís Carvalho, que foi o que mais gostei no ano passado, no encerramento da ModaLisboa. E valeu a pena, sem dúvida alguma. Cada segundo do desfile foi emocionante, os manequins foram muito bem escolhidos e a coleção, em tons sóbrios, surpreendeu-me bastante.

O outfit que tinha pensado para este desfile era um pouco diferente do que acabei por vestir. Tinha-me inspirado no conto infantil “O Principezinho” de Antoine Saint-Exupéry. Contudo, devido ao calor que se fazia sentir em Lisboa, tive de substituir o blazer desportivo azul que tinha em mente, por um chapéu castanho, fazendo com que o outfit ficasse um pouco mais arrojado do que ficaria sem nenhuma destas peças.

Por isso, e apesar de ter ficado um pouco diferente do que esperava, gostei bastante do resultado. É verdade que não fugi muito ao estilo que uso no dia a dia, mas considero que esteve de acordo com este de evento.

Ed2Ed3Ed5Ed7

Ed1Ed6

E vocês, o que acharam deste outfit? Comentem aí em baixo!

Tudo a correr bem por esse lado, e sejam felizes!