Caniçal, a pequena vila onde cresci

Há alguns dias estava a tomar um café em família e uma prima sugeriu-me que escrevesse mais sobre o Caniçal, a freguesia onde estão as minhas raízes. Gostei bastante da sugestão e, por isso, além de escrever sobre o sítio, decidi descrever um pouco da minha relação com a vila. Continue reading “Caniçal, a pequena vila onde cresci”

Praia da Calheta e a areia importada

Acho que é da ideia geral dos “não-madeirenses” que a Madeira não tem praias de areia naturais. O que não é verdade, apesar de não ser o caso da praia de que vos vou falar hoje. Continue reading “Praia da Calheta e a areia importada”

Mais um ano!

Mais um ano. Apenas mais um. Mas não foi um… já passaram vinte e dois.

E apenas me lembrei de que estava perto desta data porque os meus familiares fizeram questão de mostrar felicidade por já estar perto de celebrar os vinte e dois anos, eu próprio já me tinha esquecido. Continue reading “Mais um ano!”

Finalmente de férias!

Finalmente de férias!!

Confesso que já estava mesmo a precisar de descanso e que estava muito perto do limite. Apesar de gostar muito de tudo o que faço, às vezes é necessário fazer uma pausa para descansar e sentir a falta daquilo que se faz para recuperar a paixão, no meu caso pela comunicação. Continue reading “Finalmente de férias!”

Grande entrevista a Elena Rosca

Elena Luana Rosca nasceu em 1989 no litoral da Roménia, numa cidade chamada Constança. Veio para Portugal aos 14 anos e, dois anos depois, competia internacionalmente pela Seleção Nacional de Ginástica Aeróbica, representando Portugal no Mundo e trazendo inúmeros troféus para o País.

Porquê teres vindo para Portugal?

A minha família veio para cá por razões profissionais. Primeiro veio o meu pai para Portugal e, posteriormente, vim ter com ele, juntamente com o meu irmão e a minha mãe. Na altura tinha 14 anos. Continue reading “Grande entrevista a Elena Rosca”

A magia de um pôr-do-sol

Boas pessoal!!

Não sou grande fã de citar-me a mim próprio, mas dei uma vez uma resposta para uma entrevista que acho ser um ótimo ponto de partida para este tema.

“Quem é o Luís quando não está a trabalhar?

Quando não estou a trabalhar gosto de cuidar de mim, tanto a nível físico como psicológico. Gosto de fazer exercício ao ar livre, nadar, ler, ouvir música, ver o pôr-do-sol e de estar com pessoas de quem eu gosto e que gostam de mim, do Luís enquanto pessoa e não apenas enquanto profissional. São estas pessoas e este tipo de atividades que me permitem continuar com força para novos projetos e desafios que possam aparecer na minha vida.” Continue reading “A magia de um pôr-do-sol”

Fim de semana na Costa da Caparica

Boas pessoal!!

Sabem aquelas alturas em que só apetece estar perto da água salgada, sentir o sol na pele e a brisa do mar na cara?

Já estava a sentir a falta disso há imenso tempo, e depois de dez dias seguidos de estágio, a Costa da Caparica pareceu-me a melhor solução para conseguir sair do ambiente de Lisboa e relaxar totalmente. Continue reading “Fim de semana na Costa da Caparica”

Queima das Fitas

Passaram-se três anos. Passaram e durante os mesmos muita coisa se passou.

Lembro-me perfeitamente do dia em que tive oficialmente de deixar a ilha. De me ter despedido dos meus familiares mais próximos no dia anterior, de não querer soltar os meus avós, os meus tios e os meus primos. Foi uma despedida muito dolorosa. Principalmente por ser tão apegado à minha família como sou. Olhando para trás, admiro toda a força que tive nesse momento. Continue reading “Queima das Fitas”

Tornas-te responsável por aquilo que cativas

Boas pessoal!!

Era bastante novo quando li, pela primeira vez, o livro “O Principezinho”.  Confesso que gostei muito na altura mas houve muita coisa que me passou ao lado pois não me deparava tanto com muitas das questões abordadas. As coisas eram como eram e ponto. Não ficava a questionar a fundo as relações entre pessoas nem a forma como interagiam umas com as outras.

Contudo, lembro-me de ter de o reler aos 14 anos. E aí, as coisas mudaram completamente de figura. Apesar de parecer um livro infantil, da primeira vez que o li, com cerca de 9 aninhos, não tinha maturidade para o perceber. Continue reading “Tornas-te responsável por aquilo que cativas”

Look neutro na ‘Rua Cor-de-Rosa’

Boas pessoal!!

Como sabem, tirar fotografias é uma atividade que gosto muito. É uma das minhas atividades prediletas para um dia de folga, em que possa estar a passear com amigos e a divertir-me ao mesmo tempo em frente a uma câmara…

Felizmente, tenho vários amigos que partilham o mesmo gosto pela fotografia do que eu, como é o caso do André Jardim, um grande amigo de longa data, que me tirou as fotos deste dia. Continue reading “Look neutro na ‘Rua Cor-de-Rosa’”