A minha experiência com crises existenciais

Boas pessoal!

Tive a minha primeira crise existencial muito cedo, talvez à volta dos dez anos. Provavelmente foi nesta idade que tive o primeiro grande choque com a realidade. No fundo, sempre soube que ninguém era insubstituível num mundo tão grande. Haverá sempre alguém capaz de fazer melhor do que aquilo que fazemos, que sabe mais acerca do assunto que consideramos dominar ou que veja o mundo com mais clareza do que vemos. Continue reading “A minha experiência com crises existenciais”

Rendi-me aos padrões da Versace

Boas pessoal!

Durante muito tempo não era fã de padrões, apesar de sempre ter gostado do estilo da Versace. Em vida, Gianni Versace marcou a sua diferença na história da moda por estes padrões arrojados. Mas a moda é cíclica e, algumas décadas depois, voltaram a ser usados. Continue reading “Rendi-me aos padrões da Versace”

Consumismo: a culpa associada ao prazer

Boas pessoal!

Sei que tenho andado ausente, principalmente por dois motivos: não ando com muita inspiração para escrever e estou numa altura mais livre do semestre. Por isso, ando a aproveitar para me divertir e espairecer de todo o trabalho, visto que nem no verão tiro férias do blogue. Continue reading “Consumismo: a culpa associada ao prazer”

ModaLisboa: ver ou ser visto?

Boas pessoal!

Já escrevi muito aqui no blogue acerca da ModaLisboa. De como este evento é interessante para os amantes de moda e, como sabem, a minha paixão pela moda não é segredo para ninguém. Continue reading “ModaLisboa: ver ou ser visto?”

Frankfurt, Alemanha

A Alemanha é um país que me fascina. Não propriamente pelas pessoas ou pela beleza do país em si. Fascina-me pela história. Por já ter batido no fundo várias vezes e ter sempre conseguido reerguer-se. Por ter-se tornado uma potência económica mais do que uma vez, mesmo tendo ficado destruída duas vezes pelas guerras mundiais. Continue reading “Frankfurt, Alemanha”

Tardes de domingo

Boas pessoal!

Neste momento escrevo da Alemanha. É sempre bom ver as coisas de uma perspetiva mais afastada, longínqua é diferente daquela que temos acesso enquanto estamos emersos na nossa realidade. No nosso pequeno “mundinho”. Acho que só vendo as coisas de fora nós conseguimos distanciar da nossa realidade e não nos deixar sufocar por ela. Continue reading “Tardes de domingo”

Não sei lidar com a falta de rotina

Boas pessoal!!

Voltar à rotina, para mim, é sempre um pouco difícil. Especialmente neste ano, em que aparentemente tenho muito tempo “livre”, mas tenho de o organizar bem para não deixar acumular demasiado trabalho. Continue reading “Não sei lidar com a falta de rotina”

Completei 100 publicações!

Boas pessoal!

Fiquei surpreendido quando recebi uma mensagem do wordpress (site em que criei o blogue) a felicitar-me por ter publicado cem posts no blogue, com a publicação “Gabardine: como tornar um look arrojado”, que podem consultar clicando aqui. Continue reading “Completei 100 publicações!”